Memórias do Festival

Identidade do festival

20 cartazes do festival mais delicioso da região.

(20 cartazes entre 2003 e 2022)

Público é o protagonista do festival

Queremos que continue a criar doces e saborosas memórias no Festival do Arroz e da Lampreia. Depois de 2019 e 2020, estão de regresso a maratona de arroz doce non stop e o mini chef para fazer as delícias dos visitantes.

A cultura do arroz representa um importante fator económico para a região e oferece uma paisagem inesquecível que se renova a cada estação do ano.

Acompanhe-nos nesta exposição virtual “Ciclo do Arroz: quadros de vida” que pretende homenagear os homens e mulheres que ao longo dos anos dedicaram a sua vida ao ciclo do arroz!

CICLO DO ARROZ: quadros de vida

A arte da cestaria

No Festival do Arroz e da Lampreia também há espaço para descobrir os ofícios tradicionais. Hoje, trazemos-lhe a arte da cestaria sob o olhar de um dos seus protagonistas: Mário Ferreira.

Os Arrozais - Memória e Vida

No Festival do Arroz e da Lampreia também há espaço para olhar para a cultura e pra a tradição.

Adelaide Bernardes e Maria Adelina Oliveira partilham algumas das suas memórias ligadas à cultura tradicional do arroz.

As redes de pesca da Lampreia no rio Mondego

A pesca e depesca da lampreia no Rio Mondego é uma atividade dura. Através das vivências de António Martinho, antigo pescador, fique a saber mais sobre esta nobre arte que tem subsistido ao longo dos tempos.

Arroz Doce | Grupo Folclórico e Etnográfico de Meãs do Campo

Delicie-se com a sempre saborosa proposta do Grupo Folclórico e Etnográfico de Meãs do Campo: o Arroz Doce.

Arroz de Lampreia | Grupo Folclórico da Ereira

Recorde como se prepara um saboroso Arroz de Lampreia à moda do Grupo Folclórico da Ereira.

Cozinha ao vivo

No Festival do Arroz e da Lampreia, a gastronomia está sempre em destaque. As mãos sábias que guardam os sabores do concelho convivem lado a lado com renomados chefs nacionais e internacionais.

O segredo? O nosso saboroso arroz carolino do Baixo Mondego.

Reconstituições Culturais

Até chegar à nossa mesa o arroz carolino do Baixo Mondego atravessou décadas de história.

O dia-a-dia das mulheres e dos homens do século passado e as suas vivências merecem a homenagem no Festival do Arroz e da Lampreia com as reconstituições culturais protagonizadas pelos ranchos e grupos folclóricos no nosso concelho.

Festival e publicações de projetos científicos

O Festival do Arroz e da Lampreia é uma refeição completa que sacia corpo e espírito. Ao longo dos anos, o certame gastronómico tem sido palco para partilha de saberes com a edição de diversas publicações.

Festival como espaço de debate

À mesa do Festival do Arroz e da Lampreia conversa-se sobre o arroz carolino do Baixo Mondego e sobre o futuro.

O certame gastronómico tem estimulado o saber e o debate de ideias sobre as diversas vertentes agrícolas e ambientais em torno das culturas do Baixo Mondego.